Resenha: O Visconde que me amava - Julia Quinn


Titulo: O Visconde Que Me Amava
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Nota: 2,5/5
Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração. Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

Opinando - Resenha pela colunista Domino Simmons

E essa é a segunda série que leio (a primeira foi a da família Dummond da Margo) que o primeiro livro é bem mais gostoso de ser lido do que o segundo.

Neste livro somos apresentados a Kate, uma mocinha sem sal, sem beleza, sem carisma e principalmente como uma das personagens que mais me irritou em vários momentos.

Não sei dizer o porquê, mas gostei bem mais do brilho e da doçura da irmã dela. A bela da estação e objetivo de conquista de muitos cavalheiros que buscam uma intelectual.

E o mocinho, nossa que revolta, que trauma bobo, e os pensamentos dele foram bastante "Femininos" até para os livros doces que estamos acostumados a ler. Além de que ele levou mais de 70% da leitura dizendo que não gostava da mocinha, que ela não era atraente, que tudo nem era exagerado.

Outra coisa que me irritou foi a forma que ela descreveu os bailes e eventos sociais (tanto os da cidade quanto a pequena temporada no campo), pois em nenhum dos momentos somos apresentados ao cenário, aos convidados, parecia mais uma cena livre para imaginação na qual a autora enche de diálogos curtos e sem aquele toque seco que estamos tão acostumados de sentirmos em toques ingleses.

Realmente o que eu mais gostei nesse livro foram as crônicas da misteriosa Lady Fofoqueira, que ainda me deixaram ainda mais curiosa para saber quem era, até tenho um palpite. Mas só saberemos ao longo da série.

Concluo dizendo que achei uma leitura regular, e que vou encarar próximo volume em breve, e assim que acabar venho conversar com vocês a respeito do mesmo.

E vocês já leram? Pretendem ler? Beijocas e até a próxima! :)

13 comentários:

  1. Eu nunca me interessei por ser um série, mas parece uma leitura agradável.

    iasmincruz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É, parece que não vale apena a leitura deste.

    NEW ERA DAILY.
    http://neweradaily.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Domino!
    É uma pena que não tenha gostado tanto.
    Estou louco para ler este segundo livro. Curti muito "O Duque e Eu" e adoro o Anthony! <33
    Espero não me decepcionar.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Para ser bem sincera, não curti muito a história do livro.. mas gostei da resenha, haha.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Domino!
    Puxa! Eu gostei tanto desse livro. Pena que você não gostou!
    Mas achei o 3º livro melhor.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Olá Domino!
    Ainda não li NADA dessa série da Julia Quinn! Estava louca para conferir
    mas ver que você não gostou tanto assim me frustrou um pocuquinho!
    quem sabe eu não deixo para ler depois?! num fuuuuturo próximo haha!
    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  7. Não sei muito bem o que pensar sobre esse livro, mas gostei bastante da sua resenha sincera. Realmente diálogos secos e não criativos, são péssimos.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  8. Hmmmm, é uma pena quando a leitura não rende tanto quanto poderia. Só leio comentários elogiosos em relação a essa série, de fato parece boa. Espero que o próximo volume renda melhor.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha! Livros com esse gênero não me chamam muito a atenção... talvez algum dia eu dê uma chance e leia eles :)

    Até mais!
    Math // de-livro-em-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Amo essa série
    Mas esse é um dos únicos livros que ainda não tenho
    Gostei bastante da resenha

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ei David,
    Comentei hoje mesmo em outra resenha sobre outra série de romance histórico da Arqueiro, que esse não é bem meu gênero literário favorito. Mas, que na maioria das vezes que leio resenha sobre essas séries, sempre tem algo de positivo. O que eu pude perceber a respeito desta é que ela é um pouco mais cômica, até ri com o nome da personagem "Lady Fofoqueira", fiquei imaginando os diálogos dela, devem ser engraçados. Acho que se eu tiver oportunidade de ler, com certeza irei fazer a leitura.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei do duque e eu.. Pra mim foi um romance 4 estrelad..desde que li o primeiro to louca pelos outros da série,. Só falta dinheiro mesmo hehehhe

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  13. Olá, David.
    Gostei de seu ponto de vista sobre a obra, me pareceu sincera.
    Acho que não leria o livro, por tantas partes irritantes que você mesmo mencionou, mas confesso que tenho curiosidade de ler algo da Julia.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir